03 janeiro 2018

A Caixinha Mágica: um conto sobre a infância no orfanato e a esperança de dias melhores

Quando mais nova, Priscila perdeu os pais e passou a viver em um orfanato, carregando consigo apenas as lembranças de sua infância com os pais e uma vizinha, amiga querida de sua falecida mãe. No decorrer da leitura nos deparamos com relatos da própria garota sobre como foi parar no orfanato, e como se sente sozinha, com saudades da mãe e de sua antiga vida. Até dado o momento em que ela recebe uma caixa da cuidadora, contendo dentro pertences de sua família, que a farão sentir-se um pouco menos solitária. Recordando-se de vagas lembranças que carrega de sua mãe, como os CD's com as músicas do cantor favorito dela, Ray, um porta retrato da família, e uma máquina de escrever que pertencia a seu pai, ao qual ela nunca conheceu. Mas, havia algo mais ali dentro, ela encontra uma "caixinha" instigante, da qual não se recordara, - o grande ápice desse conto - a caixinha mágica.


Título: A Caixinha Mágica
Autora: Luiza Trigo
Número de páginas: 23
Data de publicação: 10 dez 2013
Livro digital. Kindle
✩✩✩

Tratando de questões tocantes como solidão, inocência, paixão infantil, esperança e, claro, o espírito de fraternidade natalina! que será o desfecho final. Apenas achei que o enredo foi bastante curto, contendo personagens vagos, e pouco explorados. Senti uma falta de mais diálogos reflexivos sobre o tema, - adoção, abandono, família - e pouco se sabe sobre a vida dos personagens. O orfanato parece um lugar agradável partindo do ponto de vista da menina, e devemos ter em mente que a realidade nem sempre se assemelha com o conto.

Compartilhar:
Postagem mais antiga → Página inicial

Seguidores

Follow by Email

Total de visualizações